Tradução (Translate)

.

.

sábado, 1 de outubro de 2016

ASSEMBLEIA GERAL: RELATÓRIO & CONTAS 2015/16


O Grupo Benfica fechou o ano 2015/16 com capitais próprios negativos de 84M€.

Os resultados transitados no fecho de 30 de Junho de 2016 são de 114,7M€ negativos, uma melhoria de 5,4% face aos 121,3M€ negativos do ano anterior de onde resulta o capital próprio negativo de 84M€ (melhoria de 16% face aos 99,8M€ negativos anteriores).

Os 114,7M€ negativos de resultados transitados devem-se ao legado Vale e Azevedo e aos custos de reconstrução e recuperação do Grupo SLB nos primeiros mandatos pós-Vale e Azevedo, onde teve de se investir fortemente na construção de infraestruturas e na recuperação desportiva do Grupo SLB.

Já o activo consolidado dos encarnados é de 417,6M€, mais 52M€ do quem em 2014/15, subida que resulta essencialmente do plantel (activos inatingíveis são de 116M€) e de liquidez (grupo tem 32M€ em caixa).

A crescer continua o passivo: mais 28,7M€ para um valor de 495M€. O aumento surge em consequência do aumento do activo e deve-se aos investimentos realizados na aquisição de atletas sendo a sua variação (aumento/diminuição) decorrente dos prazos de pagamento acordados e da data da transacção.

O Relatório & Contas do Benfica foi aprovado por uma maioria de 91,2% dos sócios presentes na Assembleia Geral.

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

IMPERDÍVEL... UMA COMÉDIA SEM IGUAL!


Tribunal popular ou colectivo de Alvalade. Começou com Roquette, acompanhado do seu advogado. A provecta idade do ex-presidente retirou-lhe lucidez e fê-lo satisfazer-se com pouco. Uma audiência sem história.

Depois foi o dia de presença de José Eduardo Bettencourt e de Luiz Godinho Lopes na travestida "comissão". Se a primeira presença se esperava, já a última apenas se compreende pelo facto do engenheiro querer "por os pontos nos is" junto de adeptos, isto para quem, como ele, processou Azevedo de Carvalho, sede em que Bruno terá de prestar contas. Ainda assim eu não o teria feito.

Bettencourt não foi só. Acompanhavam-no 3 (!) advogados 3, um dos quais um ilustre sportinguista. Quando se chegou ao tema "comissões" Bruno começou a não gostar da história tais foram os números comparativos que foram esgrimidos pela outra parte a este propósito.

Nesse dia, em que Godinho Lopes também foi ouvido, marcaram presença, pelo Sporting, entre outros, Azevedo de Carvalho, Marta Soares, jovens membros das emudecidas claques e o único personagem que dominava os dossiers em questão, Nuno Silvério Marques, este quiçá lembrado dos seus velhos tempos de Colégio Militar.

Ausência notada a de Bacelar Gouveia, presidente do Conselho Fiscal e Disciplinar, a contas com o processo que Godinho lhe moveu e com crescente afastamento da entourage de Bruno.

O bombeiro de Vila Nova de Poiares teve (mais) um dia negro. Confrontado, na audição deste, com o facto de ter sido um entusiástico adepto de Godinho Lopes, o comendador Marta Soares tremeu e, à falta de outros argumentos, e perante o olhar desconfiado da plateia, saiu-se com a única estirada possível: a de que se tinha enganado quando havia tecido públicas loas a Godinho, perguntando, em voz alta, e visivelmente incomodado, se não tinha direito ao erro.

Foi o começo do incêndio que antes ameaçara já pegar com Bettencourt.

E o fogo alastrou mas para o lado menos esperado tal a força do vento na sala. Da parte do Sporting, Bruno, qual delegado do Ministério Público, abre o libelo acusatório e dispara balas contra o seu antecessor, falando, essencialmente, dos gastos por época. Godinho, que chegara sozinho e sem advogado, e revelando um apreciável domínio dos dossiers e dos números, mesmo os actuais, respondeu-lhe à altura e demonstrou-lhe que os gastos do consulado de Carvalho eram, afinal, bem superiores aos seus. Carvalho, atordoado, afinou e nunca mais se recompôs. Visivelmente agastado e não esperando estar a ser derrotado em casa, precisamente na área em que, supostamente, "dá cartas", abandonou o recinto de jogo. E, quando se esperaria que retornasse nem que fosse para uma tentativa de "faena final", de Bruno nem mais uma sombra se viu. Partira para não mais regressar deixando os seus pares órfãos do "Querido Líder"!. O desapontamento entre os seus apaniguados era já indisfarçável...

No final de 7 horas de tribunal com Godinho, a que se somaram as 4 de Bettencourt, o plano de Bruno falhara. No momento final em que se esperava que as coisas ficassem por aí, eis que o ausente Bruno teve de "engolir novo sapo". Virando-se para Godinho Lopes, dois associados representativos de sectores do clube, envergonhados com tudo o que se passara e afirmando não se rever naquele tipo de postura, pediram-lhe desculpa.

Era o fim de festa e o porquê de Godinho Lopes ter publicamente declarado "sair mais aliviado de Alvalade". Bruno, esse, ainda não acredita que o tribunal de "faz de conta" que resolvera criar lhe trouxesse, afinal, tanta dose de arrependimento.                                    

Há dias em que nem Nuno Saraiva o safa. Nessa noite Bruno dormiu atormentado. 

É PARA O LADO QUE O BENFICA DORME MELHOR

Podemos tratar a notícia de hoje do Garay como um dois em um, primeiro serve para o Real Madrid pressionar o TAS na decisão que está prestes a sair em relação ao processo levantado pelos espanhóis ao Benfica e segundo serve em Portugal como cortina de fumo para desviar as atenções do que se vai hoje passar na Assembleia Geral do Sporting... vou aqui deixar ambas as notícias para mais uma vez demonstrar que o nome do Benfica serve para muita coisa, o que não muda é a realidade que é só uma... o tempo irá colocar as coisas no seu devido lugar.
____
Ricardo Schlieper, antigo agente de Garay que causou polémica a dizer que o Benfica recusou uma oferta de 20 milhões de euros do Bayern Munique pelo central argentino, disse há apenas 12 dias que tinha sido o próprio jogador a recusar o clube bávaro.
No dia 19 de setembro, e através da sua conta de Twitter, Schlieper escreveu em dois posts consecutivos: "Meios [de comunicação social] de Portugal citam uma declaração minha a favor do Benfica no caso Garay-Zenit-Real Madrid. A tal declaração não é certa. O que é certo é que existia um interesse por um valor superior da parte do Bayern que o jogador recusou."


O certo é que Garay acabou por mudar-se para o Zenit por 6 milhões de euros em 2014, valor que Benfica e Real Madrid dividiram em partes iguais. O clube merengue apresentou uma queixa no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) porque sente que o valor de mercado do internacional argentino era bem superior.
in Record
____
A Sporting SAD deverá decidir esta sexta-feira em assembleia-geral a entrada de dinheiro fresco no montante de 44 milhões de euros para evitar a falência, dos quais 18 milhões serão através de um aumento de capital e 26 milhões por via de suprimentos provenientes das mais-valias geradas pela venda de João Mário ao Inter de Milão e de Slimani ao Leicester, apurou o JN junto de fontes da SAD.

Estas duas operações terão de ser feitas obrigatoriamente durante este ano desportivo e sem as quais o Sporting será forçado a dissolver a sociedade anónima desportiva com efeitos nefastos para todos os acionistas, começando pelo próprio Sporting, que detém no total 64% da sociedade, da Holdimo, a empresa do angolano Álvaro Sobrinho, com 30%, e da Olivedesportos (3%).

A SAD do Sporting será obrigada a aumentar o seu capital social dos atuais 67 milhões de euros para 111 milhões para conseguir ultrapassar a situação prevista no artigo 35.º do Código das Sociedades Comerciais em que o ativo representa a menos de metade do passivo.

A consultora PwC, que certificou as contas da Sporting SAD relativas ao último exercício terminado em junho, chama a atenção que os leões "apresentam um capital próprio negativo" no montante de cerca de 25 milhões de euros, um prejuízo de 31,9 milhões de euros e um passivo corrente superior ao ativo corrente em 79,2 milhões de euros.

Perante esta situação, o Sporting vai fazer um aumento de capital de 18 milhões de euros "a realizar por entradas em dinheiro", sendo que será o presidente Bruno de Carvalho a liderar a operação "junto de investidores de referência selecionados" e sem que os atuais acionistas tenham direitos de preferência, segundo informação fornecida no relatório e contas de 2015/2016.

Fonte próxima dos leões afirmou ao JN que a entrada de novos acionistas está ainda a ser negociada e que o aumento de capital previsto pode não ser feito todo de uma vez, conforme uma autorização dada pela assembleia geral em 2013 ao conselho de administração, que poderá "proceder a um ou mais aumentos do capital social" até ao montante dos 18 milhões de euros.

A mesma fonte explica que o montante de 26 milhões para completar os 44 milhões em falta não será feito com a entrada de dinheiro fresco, mas através de suprimentos das vendas de João Mário e Slimani, que rendeu à SAD 54 milhões de euros já nesta época desportiva.

Esta é uma questão que não parece preocupar a administração liderada por Bruno de Carvalho uma vez que está convicta que, "com linhas orientadoras já anteriormente anunciadas, sustentado e assente no projeto de reestruturação financeira já implementado e tendo em consideração os factos subsequentes", como a venda de jogadores já neste ano desportivo, "permitirão à SAD criar valor, gerar lucros e sair da situação de perda de metade do capital em que se encontra".

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

EU PERCEBO A REVOLTA, MAS...


Recordem estas capas dos jornais desportivos quando os dirigentes da Benfica SAD voltarem a dar de bandeja entrevistas exclusivas do presidente, treinador e jogadores do Benfica a estes mesmos pasquins, já faz tempo que me deixei desta luta ingrata aqui no blog, por 1001 vezes aqui denunciei as manipulações porcas dos pasquins para depois ver os dirigentes do Benfica a dar de bandeja as tão lucrativas entrevistas exclusivas... a minha desilusão vai aumentando, compreendo a revolta dos benfiquistas com estas capas de jornais mas garanto-vos que brevemente vão voltar a ver os dirigentes do Benfica a oferecerem entrevistas exclusivas a estes mesmos pasquins, o Benfica não consegue impor respeito em Portugal por culpa própria.
Eu não me esqueço disto e não vale a pena dizer mais nada...

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

PESADELO DE CÉSAR EM NÁPOLES


Por momentos temi uma goleada tipo a que a Alemanha deu ao Brasil no Mineirão, mas há males que vêm por bem, com esta exibição Júlio César perdeu o espaço que já não se justificava na equipa do Benfica, espero bem que agora o Ederson assuma definitivamente a baliza sem novelas e sem gestões, ponto final, foi mau demais para ser verdade!
Com o tempo também regressará o Jardel ao centro da defesa e com ele espero que o Benfica deixe de sofrer golos de bola parada, o Lisandro não tem estofo para ser titular do Benfica, fez mais uma falta estúpida que deu o segundo golo do Nápoles com o Júlio César a ver navios.
Mais uma lesão muscular no Benfica, agora foi a vez do André Horta e já estou mesmo a ver o filme, salta Pizzi para o miolo... enfim, há-de chegar o dia em que Pizzi vai sentar no banco ou na bancada, é só uma questão de tempo, já não aguento mais ver o 21 em campo, hoje perdi a conta aos passes falhados e ás bolas perdidas pelo Pizzi, juro-vos que estou curioso para saber quem foi o clube que fez a tal proposta pelo Pizzi que serviu de justificação para o Benfica avançar com a comprar dos restantes 50% do passe... pois sim, enganem-me que eu gosto!
A passagem do Benfica aos quartos-de-final da Champions ainda é mais que possível, o Besiktas acabou por empatar com o Dinamo Kiev e de certeza que com Jardel, Rafa e Jonas o Benfica estará muito mais forte para os restantes 4 jogos da fase de grupos da Champions League, agora resta respirar fundo, encher a Luz para apoiar a equipa e ganhar o próximo jogo para o campeonato nacional... melhores dias virão.