Tradução (Translate)

domingo, 23 de setembro de 2018

SER DO BENFICA QUE É O MAIOR DE PORTUGAL...


- Futsal Feminino do Benfica -
Sem perder uma competição em Portugal há 1227 dias;
9 títulos consecutivos;
Detentor de 15 dos 32 títulos nacionais disputados (47%).

Insaciáveis...  o festejo da nossa guarda-redes que estava de castigo na bancada (1:52)... raça, crer e ambição.
O festejo do golo da nossa capitã (2:13)... impressionante!
O festejo no final da partida da nossa Fifó (2:37)... orgulho.





sexta-feira, 21 de setembro de 2018

NEM MAIS UM €URO, NEM MAIS UM CLICK E NEM MAIS UM MINUTO DE AUDIÊNCIA PARA O GRUPO COFINA

Estão a dar tudo e mesmo assim não conseguem que os benfiquistas se revoltem contra a direcção presidida por Luís Filipe Vieira. Ao contrário dos jornalistas da treta do grupo Cofina e afins, os benfiquistas sabem bem quem são os corruptos do desporto português, por muito que tentem atirar com toda a merda em que chafurdaram durante décadas para cima do Benfica, os benfiquistas estão calmos, serenos e apesar de tudo continuam a confiar na justiça portuguesa apesar desta no passado ter deixado passar por entre os pingos da chuva o Apito Dourado e os depósitos de dinheiro em contas de árbitros de um vice-presidente do Sporting... não vão ser os grupos de comunicação e os jornaleiros da treta que vão fazer cair Luís Filipe Vieira da presidência do Benfica, Vieira está nas mãos dos benfiquistas e será julgado daqui a dois anos nas eleições do clube e só aí se verá se tem condições para continuar ou não... até lá meus caros, se é guerra que querem, guerra terão, os últimos dias têm sido vergonhosos, o grupo Cofina perdeu a vergonha e assumiu definitivamente para que interesses está a trabalhar... daqui não levam nem mais um €uro, nem mais um click e nem mais um minuto de audiência.

Em relação à direcção do Benfica fica também o aviso... espero bem que estejam atentos ao sentimento de revolta dos benfiquistas e assumam de uma vez por todas o corte institucional do Benfica com o grupo Cofina, não dá mais para levar na cara e dar a outra face, acabou o tempo da passividade e tenham atenção, porque chegará o tempo que também vocês serão julgados nas urnas... é bom que acordem para a vida e mostrem um pouco de personalidade.

Em relação à BTV... para quem não sabe no dia de jogo contra o Bayern para a Liga dos Campeões a BTV esteve a dar em sinal aberto, as audiências triplicaram... neste momento e perante tantos ataques ao Benfica em quase todos os canais televisivos, penso ser primordial abrir o sinal da BTV ao público, o que acontece neste momento é que o maior órgão de comunicação do Benfica, a BTV, está fechada ao grande público e perante a realidade que vivemos isto tem de mudar o mais rápido possível, é essencial em defesa dos interesses do Benfica abrir a BTV ao grande público... abram o sinal e fechem-no apenas nas horas dos jogos da equipa principal do Benfica, não se preocupem, quem paga os 9,90€/mês para ver os jogos continuará a pagar essa mensalidade mesmo que abram o canal e fechem o sinal apenas nas horas dos jogos de futebol... negoceiem, façam o que quiserem mas abram o sinal da BTV ao público, os benfiquistas precisam de um canal diário em sinal aberto para descansarem o espírito de toda a merda mediática das televisões portuguesas.

Por fim fica definitivamente o apelo a todos os benfiquistas... nem mais um €uro, nem mais um click e nem mais um minuto de audiência para o grupo Cofina, com o jornal Record e o CM e CMTV à cabeça... acabou a brincadeira, essa merda é para ir à falência o mais rápido possível... e que a direcção do Benfica não se atreva a dar mais exclusivos de jogadores, treinadores ou dirigentes a essa corja, acabou de vez, ou remamos todos para o mesmo lado ou se a direcção do Benfica continuar a não se dar ao respeito, de uma coisa podem ter a certeza, estes serão os dois últimos anos de mandato que irão ter na direcção do Sport Lisboa e Benfica... tenham muita atenção, não brinquem mais com os benfiquistas.
Ponto final.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

OS BENFIQUISTAS QUEREM OS JORNALISTAS DA COFINA PROIBIDOS DE ENTRAR NAS INSTALAÇÕES DO BENFICA... FICA O AVISO!

A propósito da notícia que hoje faz a manchete do Correio da Manhã, cujos factos foram naquele mesmo órgão de Comunicação Social amplamente desmentidos quando em dezembro de 2017 ouviram as diversas pessoas lá referidas – que testemunharam não conhecerem, nem terem tido qualquer tipo de contacto com ninguém ligado ao Sport Lisboa e Benfica –, para conhecimento público junto anexamos o Direito de Resposta que, ao abrigo da Lei de Imprensa, a Sport Lisboa e Benfica SAD endereçou àquele órgão de Comunicação Social com pedido de publicação.


GRUPO COFINA FAZ RECICLAGEM DE E-MAILS E APRESENTA-OS COMO NOVOS!



Este vídeo da CMTV tem quase um ano, mas hoje o jornal Correio da Manhã do Grupo Cofina faz capa de jornal com a reciclagem desta história e apresenta-a como nova aos consumidores que normalmente têm memória curta... como ainda ontem o escrevi neste blog, o Grupo Cofina faz parte do esquema para destruir institucionalmente e desportivamente o Benfica e pelos vistos chegou a hora da reciclagem dos e-mails, mas agora com apresentação mediática ainda mais sensacionalista, requintada e agressiva... para mim agora a intenção com esta reciclagem de e-mails é pressionar mediaticamente a justiça a castigar o Benfica, isto a mim parece-me evidente... de relembrar que um dos maiores accionistas do Grupo Cofina é Álvaro Sobrinho, o principal accionista da Sporting SAD, muitos dirão que é apenas uma coincidência, outros dirão que não existem coincidências... o que me parece cada vez mais evidente é que a direcção do Benfica mais cedo ou mais tarde vai ter de tomar um posição institucional em relação ao Grupo Cofina, os benfiquistas têm aguentado tudo mas penso que está mais do que na hora da direcção do Benfica dar um murro na mesa... esta reciclagem de e-mails noticiados como novos são para mim um ataque asqueroso, baixo e instrumentalizado do Grupo Cofina.

EXCELENTES NOTÍCIAS FINANCEIRAS... POR AQUI SE EXPLICA OS ATAQUES VERGONHOSOS QUE O BENFICA TEM SOFRIDO!



COMUNICADO

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, vem divulgar a informação económica e financeira consolidada relativa ao exercício findo a 30 de junho de 2018, tendo em consideração a disponibilização do Relatório e Contas do Sport Lisboa e Benfica referente ao mesmo período.

Os principais destaques dos resultados económicos e financeiros apresentados pela Benfica SAD no exercício de 2017/2018 são como se segue:

• O resultado líquido ascende a um montante de 20,6 milhões de euros, o que corresponde ao quinto exercício consecutivo em que a Benfica SAD apresenta lucro e ao seu segundo melhor resultado de sempre;

• O resultado operacional atinge os 32,4 milhões de euros, o que continua a ser um indicador positivo do desempenho operacional da Benfica SAD e que, à semelhança do resultado líquido, só foi ultrapassado pelo valor atingido na época anterior;

• Os rendimentos operacionais (excluindo transações de direitos de atletas) ultrapassam os 121,5 milhões de euros, o que representa um decréscimo de 6,7 milhões de euros face ao período homólogo, principalmente justificado pelo desempenho desportivo na Liga dos Campeões;

• O resultado com transações de direitos de atletas ascende a 63,8 milhões de euros, sendo de realçar os ganhos obtidos com as transferências dos jogadores Nélson Semedo, Mitroglou e João Carvalho;

• O resultado financeiro corresponde a um valor negativo de 11,5 milhões de euros, o que equivale a uma melhoria de 34,2% face ao período homólogo, sendo a variação principalmente justificada pela redução do passivo bancário do Grupo;

• Os rendimentos totais atingem os 206,2 milhões de euros, tendo-se verificado uma redução de 18,7% face ao exercício transato, no qual foram obtidos os melhores resultados de sempre da Sociedade. Este decréscimo é principalmente explicado pela diminuição dos rendimentos com transações de direitos de atletas, que ascendem a 77,7 milhões de euros, sendo ainda de realçar que a Benfica SAD continua a apresentar rendimentos totais superiores à fasquia dos 200 milhões de euros, em linha com o sucedido nos últimos três exercícios;

• A 30 de junho de 2018, o ativo da Benfica SAD ascende a 485,1 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de 4,1% face ao período homólogo, sendo esta variação principalmente justificada pelas reduções verificadas nas rubricas de ativos intangíveis – plantel de futebol e de clientes e outros devedores;

• O passivo da Benfica SAD diminuiu 40,1 milhões de euros no decorrer do exercício de 2017/2018, o que significa que no final do período atinge um valor de 398,3 milhões de euros. De realçar que a Sociedade volta a apresentar um passivo consolidado inferior a 400 milhões de euros, o que não se verificava desde o final do exercício de 2010/2011;

• A redução do passivo é principalmente justificada pela diminuição de 110,4 milhões de euros nas rubricas de empréstimos obtidos, face à redução do passivo bancário que ocorreu no decurso deste exercício, sendo de destacar o reembolso antecipado voluntário do Project Finance do Estádio, a liquidação total do Programa de Papel Comercial e a não utilização da linha de crédito disponível junto do Novo Banco;

• Adicionalmente, verificou-se uma diminuição de 21,7 milhões de euros nas rubricas de fornecedores e outros credores. No conjunto, estas variações são parcialmente compensadas pelo aumento das rubricas de outros passivos, face à cedência parcial e sem recurso de créditos futuros relativos ao contrato de exploração dos direitos de transmissão televisiva celebrado com a NOS, cujo proveito irá ser reconhecido em exercícios futuros;

• O capital próprio da Benfica SAD a 30 de junho de 2018 ultrapassa os 86,8 milhões de euros, atingindo o valor mais alto de sempre desde a constituição da Sociedade;

• No decurso do exercício de 2017/2018, o capital próprio apresentou uma melhoria de 19,1 milhões de euros, o que corresponde ao quinto exercício consecutivo em que a situação líquida apresenta uma variação positiva. De realçar que, no decurso dos últimos cinco anos, o valor acumulado da recuperação do capital próprio da Benfica SAD já ultrapassa os 110,6 milhões de euros.

Em anexo ao presente comunicado, apresenta-se a Demonstração Consolidada da Posição Financeira em 30 de junho de 2018 e a Demonstração Consolidada dos Resultados para o período findo em 30 de junho de 2018 da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD.

O Conselho de Administração
19 de setembro de 2018
in CMVM