Tradução (Translate)

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

LIGA E FPF ENTENDEM-SE BEM...


Avança a centralização dos direito televisivos... esta noticia não me surpreende e já estava a ser cozinhada faz tempo, sendo esta, sem dúvida a melhor altura para sair cá para fora, com as eleições do Benfica a decorrer... o "sistema" não dorme.
O bater do pé do SL Benfica, levou o "sistema" a tentar encontrar outras formas e soluções para não deixar o Benfica descolar da concorrência.
Se os direitos televisivos colectivos em Portugal avançarem, não tenham dúvidas que mais uma vez o SL Benfica é o grande prejudicado, não por a fatia que estará certamente reservada para ele e será certamente a maior, mas por a quantia que poderá fazer ao gerir os seus próprios direito televisivos e o "sistema" sabe disso, dai este novo plano.
Atenção Benfica, muita atenção, as movimentações não param.

1 comentário:

  1. Vou actualizar a célebre frase de Descartes - EU PENSO LOGO EXISTO - com uma outra mais realista para nós Benfiquistas que também se pode aplicar a nós Portugueses - NÓS NÃO PENSAMOS LOGO DEIXAREMOS DE EXISTIR.
    Porque é que eu penso que esta segunda frase para nôs é mais adequada?
    Porque todos nós Benfiquistas temos 2 certezas - O BENFICA NÃO GANHA MAIS TÍTULOS POR CAUSA DA CORRUPÇÃO E O LFV EMPENHOU-SE SEMPRE NO COMBATE À CORRUPÇÃO.
    O que é que nós Benfiquistas fazemos (porque não pensamos)? QUEREMOS CORRER COM O PRESIDENTE QUE PENSA E COLOCAR LÁ UMA PERSONAGEM QUE SERVIU UM SISTEMA COMPROVADAMENTE CORRUPTO DURANTE 30 ANOS.
    Os Portugueses fazem exactamente o mesmo porque não pensam.
    O país está nas lonas porque fomos saqueados por aqueles em quem votamos o que é que a malta faz? Faz greve após greve para acabarmos com o pouco que já temos em vez de impedir que esse bando de canalhas que nos anda a saquear dêm sequer entrada na assembleia da república.
    Como indivíduo nada posso fazer para alterar este estado de coisas e já tenho 68 anos estou condenado a ter deixar de pensar e ...

    ResponderEliminar