Tradução (Translate)

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

MEA CULPA!


Para a justiça portuguesa aquele senhor de fato preto, camisa branca e longos cabelos grisalhos teria de ir a julgamento... Jorge Jesus lá teve de assumir a culpa e terá de pagar para o caso de Guimarães ser arquivado uma multa de €25.000 a duas instituições de solidariedade social, pagar ao lesado agente da PSP o valor de €500, pagar ao Estado as despesas relacionadas com a assistência médica prestada ao agente de autoridade no valor total de €75.66, bem como as despesas realizadas com o exame pericial de avaliação do dano corporal, no valor de €71.40.
Este é um dos casos mais vergonhosos que alguma vez aconteceram no futebol e nesta triste sociedade portuguesa... excesso de força policial, roubo do relógio a um cidadão por uma força da autoridade, mentira na acusação de agressão, castigo desportivo de um mês e pagamento de multa de mais de €25.000... isto é Portugal no seu melhor, onde os corruptos são ilibados e os defensores dos inocentes são praticamente obrigados a assumir-se como culpados para não irem a julgamento, depois de lhe terem roubado o relógio em directo na televisão... realmente só faltou ser preso!

3 comentários:

  1. ate hoje se espera os castigos para o descarregamento de bolas de golf no dragão entre outras palhaçadas como 1 galinha no relvado etc... Atletico madrid castigado com 2 jogos por 1 isqueiro ter acertado no CR7 e porto sem castigo por ter acertado com 1 isqueiro em JJ e os adeptos terem atirado centenas de bolas para o relvado de golfe!

    ResponderEliminar
  2. "assistência médica prestada ao agente de autoridade no valor total de €75,66"???? Mas estes policia sera feito de que, de porcelana? "Ai credo nao me toques, que me estragas as unhas".

    ResponderEliminar
  3. De facto, mais do que a condenação, tanto a "assistência médica" como o "exame pericial são inacreditáveis...

    Seria bom o Benfica exigisse a divulgação dos relatórios médicos da "assistência" e da "perícia", incluindo o nome dos profissionais envolvidos nesta palhaçada...

    Como dizia Jorge de Sena:
    Que coisas sois? - se sois como que gente,
    ......
    facas sem lâmina a que falta o cabo,
    que a quem se abaixa se lhe vê o rabo

    É o antibenfiquismo institucionalizado e generalizado, aceite como coisa banal e com direito a ultrapassagem pela direita de todos os limites da decência...

    ResponderEliminar