Tradução (Translate)

segunda-feira, 3 de março de 2014

SÓ PARA OS ILUMINADOS DA TRETA...

A comunicação social é unânime em considerar o lance do golo anulado ao Belenenses frente ao Benfica, como um erro escandaloso da equipa de arbitragem, mais concretamente do bandeirinha... pois bem, perante tantas opiniões não sustentadas, o blog das Papoilas, já por demais habituado ás vergonhosas manipulações de opinião de massas, foi investigar as leis do fora de jogo e encontrou duas que se podem aplicar neste caso... a lei 11/6 e a lei 11/7 nas páginas 112/113 do documento oficial da FPF, leis essas que passamos a ilustrar para melhor esclarecer o leitor...


Perante tais factos, fomos analisar o suposto golo mal anulado e detectamos que o bandeirinha não considerou fora de jogo o momento de domínio da bola do avançado do Belenenses, mas sim a altura do remate em que se encontrava outro jogador do Belenenses entre o rematador e o guarda-redes do Benfica, apesar de este estar em deslocação para a lateral, saindo da frente de Oblak, acaba por ser clara a obstrução do campo de visão do guarda-redes do Benfica, tal como é referido e ilustrado na lei do fora de jogo 11/6 e foi nesse preciso momento que o bandeirinha levantou a bandeirola e assinalou o correcto fora do jogo...


Tendo sido esta jogada de muito difícil julgamento perante as leis de jogo, devidamente ilustradas para o leitor não ter qualquer duvida, fica claro que o golo é muito bem anulado, ao contrário de toda a comunicação social e de muitos benfiquistas da Gloriosasfera, certamente desconhecedores das leis de jogo e influenciados por as opiniões dos jornalistas da treta, sempre ansiosos por manipular e distorcer a realidade!
Deixo-vos o resumo da partida, para verem as imagens em movimento, aproveitem para ver o grande golo do Nicolás 'Picasso' Gaitán e tirem as vossas conclusões... saudações a todos e venha o Estoril!

10 comentários:

  1. No mínimo é um caso duvidoso. Mas quando favorece o Benfica há muitos iluminados que nunca têm dúvidas tal são as palas que eles usam,,,

    ResponderEliminar
  2. Parabéns ao vosso blog pelo esclarecimento agora também seria bom que a comunicação social aprende-se alguma coisa com vocês , porque pelo aquilo que eu já vi as leis do futebol não são iguais para todos.
    Benfica sempre.

    ResponderEliminar
  3. Os bonecos apresentados não têm nada a ver com a realidade do lance. Em momento algum o jogador do belem tapa a visão do Oblack sobra a bola.
    Acabou por se fazer justiça aos dois pontos que nos retiraram na primeira volta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não seja idiota!
      O campo de visão é um ângulo abrangente, não é apenas o que está imediatamente à frente do guarda-redes!
      Não ficou esclarecido com a segunda imagem do post, então olhe... vá à merda!

      Eliminar
    2. Idiota está a ser o Carlos. A regra em momento algum fala em campo de visão. A regra fala em tapar a visão do GR da bola. Ou seja, no momento do remate o GR não estar a ver a bola por ter um adversário a impedi-lo de o fazer.

      Eliminar
  4. A 2ª imagem é clara: na altura do remate, o jogador do belenenses está praticamente na linha da bola, logo não dificulta a acção do Oblak, nem sequer lhe tapa a visão. Nem com as imagens correctas vocês tiram as palas. Depois têm a lata de dizer que os suínos são isto e os lagartos são aquilo.....vocês são iguaizinhos! Só muda a cor da camisola.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quase.
      Obrigado por dar razão a quem escreveu o post!

      Eliminar
  5. Na verdade a lei do fora de jogo neste lance é muito difícil de se aplicar. Não só porque o lance é rápido e os jogadores estão em movimentos contrários e por isso muito difícil de ajuizar.
    O jogador pode ou não ter tapado a visão parcialmente ou até ter distraído a reação do guarda redes apenas pelo facto de se encontrar numa zona próxima do guarda redês. convém lembrar que a bola entra precisamente pelo lado esquerdo o guarda redes, isto é na zona próxima em que o jogador se encontrava e depois abandonou.
    Mas na verdade o mais triste disto tudo, são as faltas de conhecimento das leis desportivas por parte do jornalistas que comentam e escrevem para os jornais, tvs e rádios. Até podem ter uma opinião de que o golo devia ser validado, mas baseavam a sua opinião lei e depois diziam a sua interpretação. para o facto.
    Comentam com a base de que o jogador não se faz á bola, não intervêm no lance eu sei lá com base numa total ignorância.
    E é isto não se pode pedir mais.
    O meu obrigado ao site para esclarecer esta situação.

    ResponderEliminar
  6. Continuo a achar que foi mal invalidado. Acho que é perfeitamente discutível e nada escandaloso que não tenha sido.
    Nunca há é tanta atenção sobre outros lances semelhantes de outros clubes, e estando eles como estão dá jeito que se fale disto.

    ResponderEliminar