Tradução (Translate)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

NOS PRIMÓRDIOS DO BENFIQUISMO...


Numa altura em que o ciclismo em Portugal está ao rubro, infelizmente por os piores motivos, convém relembrar que esta direcção do Benfica já tentou, salvo erro em 2007, relançar a modalidade no clube, mas infelizmente não foi possível sustentabilizar um projecto que tinha tudo para dar certo.
Na altura o Benfica lançou um projecto para cinco anos financiado pelo empresário João Lagos, com a criação de duas equipas, a profissional e uma outra de formação sub-23.

Com um orçamento anual de 2,5 milhões e tendo como director técnico Orlando Rodrigues, o objectivo do Benfica passava por tentar recuperar a hegemonia no ciclismo nacional e participar em grandes competições internacionais como a Volta a França, Espanha, Itália, Alemanha e Suiça, tendo em vista o contacto com os emigrantes portugueses e simpatizantes do clube.
A equipa profissional inicial tinha 14 elementos: José Azevedo, Mikel Pradera, Rui Lavarinhas, Renato Silva, Danail Petrov, Sérgio Ribeiro, Bruno Castanheira, Rui Costa, Hélder Miranda, R. Matias, Didac Ortega, Hugo Sancho, Pedro Lopes e José Pecharroman.

Mas a história do ciclismo do Benfica é muito antiga, sendo José Maria Nicolau a grande referência do clube na modalidade, merecendo um destaque mais do que merecido no Museu Cosme Damião... mas antes de eu estar aqui a tentar contar a história de uma modalidade de relevo na história do Benfica, nada melhor do que vos deixar a história oficialmente contada por quem de direito na BTV... este era o Benfica num tempo em que muitos de nós ainda nem sequer era nascido... um regalo para a vista.

7 comentários:

  1. Seria bastante interessante nos próximos anos o Benfica regressar ao ciclismo...desta vez defrontando o rival Porto.

    Creio que existem todas as condições para isso. Bastava associar-se a uma marca como por exemplo a NOS.

    Entretanto... vou-me rindo com esta palhaçada da equipa do Zbordeng ter sido roubada pelo Foculopuerto.

    ResponderEliminar
  2. Grande programa... por falar em Vitórias & Património, já não há programa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pena, porque era um programa brutal que dava a conhecer alguns pormenores da gloriosa história do Benfica.
      Obrigado e Saudações

      Eliminar
  3. e que bela equipa que tinhamos! infelizmente, contratámos um DD completamente incompetente. bem estava ele nas motas da Volta a Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O melhor ciclista português da atualidade e ex-campeão do mundo (Rui Costa) era nosso. Ainda tínhamos José Azevedo, Danail Petrov e Ruben Plaza... fazia uma boa equipa Continental Tour.

      Eliminar