Tradução (Translate)

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

FICA O AVISO... A CRITICA TEM DE TER FUNDAMENTO



Durante o dia de hoje alguns blogs benfiquistas precipitaram-se na critica e nas acusações ao presidente do Benfica em relação ao negócio da venda do Bernardo Silva... o site Football Leaks publicou uma factura e o resto foi história, a comunicação social com sempre aproveitou para meter lenha na fogueira e as redes sociais fizeram o resto... fica o aviso e o esclarecimento oficial do SL Benfica:

22-01-2016 17:16
Comunicado

Jornalismo tablóide

Face ao ruído gerado por precipitação e total desconhecimento de quem tem responsabilidades editoriais em Portugal, mas desconhece em absoluto o funcionamento do sistema financeiro, a Benfica SAD vem esclarecer que os documentos divulgados durante o dia de hoje em relação ao contrato e pagamento do jogador Bernardo Silva são verdadeiros e ilustram apenas uma vulgar operação financeira à semelhança de outras já feitas por esta e muitas outras sociedades desportivas, em Portugal e no estrangeiro.

Bastava alguma prudência e uma análise menos tosca dos documentos e ter-se-ia evitado escrever barbaridades como “os milhões de Bernardo Silva não foram para a Luz” e outras semelhantes que encarnam um jornalismo tabloide sem qualquer preocupação com o rigor da informação e, pior, sem o cuidado de sequer tentar um contacto para esclarecimento dos factos.

Bernardo Silva foi vendido ao AS Monaco Football Club em janeiro de 2015 por 15.750.000 euros, em pagamentos fracionados até junho de 2016.

Considerando os prazos de liquidação previstos no contrato de alienação dos direitos do atleta, a Benfica SAD cedeu por antecipação a totalidade dos créditos junto de uma entidade financeira com sede em Londres (XXIII Capital Limited), recebendo, dessa forma e antecipadamente, a totalidade do valor acordado (15.750.000 euros).

Tendo antecipado a totalidade dos créditos e tendo comunicado ao AS Monaco essa mesma cedência de créditos, à medida que se vencem as prestações acordadas, o clube monegasco vai, naturalmente, pagar à XXIII Capital Limited.

Trata-se de uma simples operação financeira, que é habitualmente realizada por inúmeros clubes ou sociedades desportivas por toda a Europa que pretendem descontar os valores por receber dos contratos celebrados, no âmbito da política de gestão de tesouraria de qualquer empresa.

Lamenta-se o ruído gerado e aconselha-se, de futuro, maior prudência na abordagem de matéria que, pela amostra do que foi publicado, desconhecem em absoluto.

4 comentários:

  1. Admito que neste caso estava bem enganado com as criticas que fiz na altura.

    ResponderEliminar
  2. DA comunicação social histérica com tudo o que envolve o maior do mundo, em especial se for para denegrir, eu não me admiro, agora, quanto aos BENFIQUISTAS continuarem a cair nestas esparrelas sem darem o mínimo benefício da dúvida a quem comanda os destinos do BENFICA há já mais de uma década é que eu não consigo entender, ainda não aprendemos nada?

    ResponderEliminar
  3. Só não percebo uma coisa: Qual a razão para ser quem vende a pagar os juros?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o Benfica não paga já juros a bancos portugueses do dinheiro que pediu emprestado? E tem andado a pagar juros absurdamente altos a bancos portugueses enquanto estes andam a fazer perdões ao Sporting. O Benfica apenas trocou uma fonte de financiamento por outra, já que tem acabado com os empréstimos de bancos portugueses quando estes se têm vencido tal como disse o LFV na sua última entrevista.

      Como acham afinal que o passivo tem baixado imenso? Foram 40M€ só na época passada.

      Eliminar