Tradução (Translate)

sábado, 23 de janeiro de 2016

PIZZI, MITROGOLOU & JONAS



O Benfica está a jogar bem e a fazer exibições convincentes, a força do plantel começa a impor a sua lei no campeonato português, ainda há algumas situações a rectificar mas o trabalho está a ser bem feito por Rui Vitória, a passagem de Pizzi para médio interior tem feito toda a diferença.

Tenho gostado muito do Carcela, o marroquino ataca e defende muito bem, é sem duvida uma mais valia neste longo caminho rumo ao 35.

Sou um admirador do futebol do Mitroglou, para mim 7M€ por este jogador é uma pechincha, mas a direcção do Benfica lá saberá qual a melhor opção, mas de uma coisa tenho a certeza, o golo desta noite vai correr mundo, foi um momento mágico de Konstantinos Mitroglou.

Os infiltrados das t-shirts pretas voltaram, já tinham marcado presença no Oriental e agora voltaram à Luz... com eles voltou a tensão ás bancadas da Catedral, espero bem que os responsáveis do Benfica os expulsem da Luz, principalmente nos jogos da Champions, sempre que a família benfiquista começa a entrar em euforia aparece esta trupe para estragar a festa com símbolos que nada têm a ver com o Benfica.

5 comentários:

  1. Mais um bom jogo.

    Mitroglou é sem duvida um grande jogador. Não há razões para conflitos entre ele e o Jonas. Isso é que não. Temos de ter um plantel conciso e unido para triunfar.

    A entrada no jogo foi a ideal: sempre a matar. Depois é que se descança. Assim foi.

    Os putos das t-shirts pretas não desarmam da luta pela posse dos No Name Boys. Mas pelo que sei da situação esta história vai acabar mal. Ultimamente as coisas pareciam estar mais calmas, as duas fações estavam unidas em torno do Benfica. Agora os ilegais já estão no ponto de rotura total com os legais. Foram bem notórias as provocações entre as fações neste jogo de um lado a provocarem e do outro com o cantico "somos rapazes sem nome e pra sempre ilegais". Ouvi ainda ao sair do estádio e passar pela zona dos NN uma voz a dizer: "Os t-shirts pretas vão ser corridos nem que seja a pontapé". Não se esperam coisas boas. Mas pelo menos tenho fé que guardem essas guerras para o fim da época, quando tivermos o Tri no bolso.

    ResponderEliminar
  2. Também lá estive e achei aquela cegada muito estranha... e já é a segunda vez !
    Ainda pensei que fosse algum assunto mal resolvido entre claques, mas com o aparecimento da policia de intervenção a poeira baixou um bocado ...
    Excelente primeira parte, jogo muito bom do Carcela e do Jonas, pena alguns adornos desnecessários do Mitroglou e alguma sofreguidão do menino Renato; a continuar assim temos campeonato até ao fim ... digo eu !

    ResponderEliminar
  3. Excelente jogo do Glorioso!
    Agora já se vê trabalho de treino, pressão alta e jogo colectivo, além da vontade férrea de ganhar!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  4. Depois de ver o jogo do Benfica em casa, fui ver o lagartedo x pachos de ferreira ao restaurante.
    Cheguei à conclusão (atenção: não descobri a pólvora…) de que é muito mais fácil o Jesus ser campeão pelo lagartame do que quando treinava o Benfica. Bastou ver a atitude passiva dos jogadores do pachos de ferreira, os lagartos entravam a seu bel-prazer na área pacense e...era só marcar...tais as facilidades.
    Contra o Glorioso, eles parecem cães raivosos sobre os Nossos Jogadores, nem os deixam receber a bola, é logo porrada, quanto mais dominar a bola ou sequer virar-se para a frente.
    Há muita desonestidade no frutabol luso, e não é só a nível da arbitragem.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  5. As cenas de porrada só fazem mal ao Benfica, pois uma das nossas maiores armas é a onda vermelha.

    ResponderEliminar