Tradução (Translate)

sábado, 13 de fevereiro de 2016

DESILUSÃO, MAS A LUTA CONTINUA...


Não gostei da abordagem do Benfica ao jogo desta noite contra o FC Porto, penso que a derrota se deveu há falta de experiência de Rui Vitória, é certo que o Benfica falhou golos inacreditáveis muito por culpa de Casillas mas cedo se percebeu que o jogo podia cair para qualquer um dos lados.

Tacticamente Peseiro fez uma excelente abordagem ao clássico, já o Benfica não tinha necessidade de uma abordagem tão aberta pois se não fosse possível vencer era importante não perder... continuamos com o problema do meio-campo pois hoje o Pizzi não fechou no meio porque tinha de fechar as subidas do defesa-lateral do FC Porto e assim o miolo do terreno foi uma auto-estrada azul... foi bem jogado pelo Peseiro, o FC Porto relançou assim a sua luta pelo título nacional e conta com um calendário de jogos muito positivo no último terço do campeonato em comparação com os seus adversários directos.

A falta que Fejsa fez no meio-campo foi notória e preocupante, Samaris passou o jogo a entrar à queima e a desequilibrar por completo a equipa... Renato foi um portento, defendeu, atacou e lutou como ninguém, mas ficou sempre a faltar um homem para ajudar os dois médios do Benfica... as entradas de Talisca e Salvio foram um erro pois não tiveram capacidade para um jogo com esta intensidade, é certo que cada um por motivos diferentes, se Salvio não tem ritmo de competição, Talisca não tem andamento para estas andanças... e já agora, recuar o Renato para colocar o Talisca a jogar a 8 num jogo destes devia de dar prisão, pensava que o Rui Vitória já tinha aprendido.

Em relação ao Gaitán... gosto pouco de vacas sagradas e ainda por cima teve o desplante de se virar contra os adeptos benfiquistas por estes estarem a atirar com as cartolinas contra o seu amigo... tive de respirar fundo para não o mandar foder... já o seu amigo esboçou um sorriso e logo a seguir mandou-lhe um biqueiro que o virou ao contrário e o Gaitán comeu e calou... fez um jogo miserável, sem garra, sem crer e sem ambição, não mereceu a braçadeira de capitão, era ele que deveria ter saído em vez do Pizzi para entrar o Carcela.

O resto é história e resta ao Benfica levantar a cabeça e continuar a lutar pela conquista do 35... o Benfica está proibido de quebrar após esta derrota, ainda faltam 12 jornadas e vamos ver se o Sporting tem capacidade para fugir novamente na frente da classificação.

Vejo este jogo como mais uma lição à família benfiquista que teima em não aprender, ouvi demasiados benfiquistas a falar em goleada, a sobranceria nunca foi boa conselheira... o caminho faz-se caminhando e resta-nos seguir em frente sem hesitações, sem medos e acima de tudo devolver a titularidade ao Nélson Semedo no lado direito da defesa pois já está disponível faz um mês e é muito superior ao André Almeida.

Como nota final, o discurso de Rui Vitória continua coerente com o que tem vindo a defender desde o início da temporada, contra isso nada tenho a dizer, que a sua tranquilidade na altura das derrotas seja um bom presságio para o final deste campeonato... parabéns ao FC Porto pela vitória desta noite, a luta continua.

11 comentários:

  1. Mas qual desilusão? Qual crl?
    Desilusão foi quando perdemos a final da TCE contra o Inter, em Milão, em que o Costa Pereira mamou aquele "frango" do Jairzinho num pantanal, nos anos 60! E ficámos com 10 e o Germano foi prá baliza! E demos uma lição ao Inter!
    Perdemos! Mas foi um jogo épico! Em casa do adversário!
    Agora, virmos falar de mais uma derrota com os corruptos... Fico fodido, mas...quero lá saber! Sou velho demais, e...sou feliz porque vi o Zé Águas e o Coluna e o Cavém e o Simões e o Germano e o Cruz e o Eusébio, etc... ao vivo a foderem lagartos e andrades em todos os campos! Sem mimalhices!!!!!!!
    Algum dia perdíamos com os corruptos como hoje???!!!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  2. A desilusão por este resultado é muita e por isso apenas uns comentários ao que acabou de escrever.
    No jogo de hoje gostei de André Almeida, Jardel e Renato.
    Os restantes apenas fizeram exibições insuficientes e outros até não passaram de banais.
    Um jogo de grande importância e perder por culpa própria é sempre terrível de aceitar. Falhar tantos golos num jogo destes e depois perder.
    Em relação ao Gaitan umas notas; bom jogador mas apenas bom, não sabe rematar á baliza e hoje abusou dos calcanhares e malabarismos, tal como Jonas que nestes jogos pouco faz.
    O treinador do Benfica colocou o Gaitan a defesa esquerdo, o Talisca(sem fibra) a medio e fez entrar o Salvio que não joga á 5 ou 6 meses ???' numa fase em que precisava de marcar e com o Jimenez ao seu lado???
    Em Portugal ganhar 70 ou 80% dos jogos é o normal para os treinadores das equipas grandes não só pela diferença de orçamentos e condições de trabalho, como pela própria história dos campeonatos.
    Por isso esta situação de estar a ganhar estes jogos todos é perfeitamente normal e nunca me iludiu. Agora o que eu começo a visualizar como preocupante é o facto de em cinco jogos contra os outros grandes ter perdido os cinco.
    Para mim estou exatamente igual a seguir á 8 jornada, não acredito. Se no final estiver enganado fico contente.

    ResponderEliminar
  3. Entrámos bem, marcámos cedo e o Porto fez um jogo de merda. Perdemos por culpa própria. Muitos falhanços nossos e uma grande eficácia do Porto. Más substituições e depois o resto é o que temos vindo aqui a falar: plantel curto. O Talisca, o Eliseu e o André Almeida foram uma lástima.
    Nestas alturas é que fazia falta um lateral esquerdo experiente.
    O Talisca não aquece nem arrefece.

    A Luta continua. Até acredito que podemos continuar em primeiro, mas este jogo foi muito mal perdido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Porto fez um jogo de merda mas apanhámos pela frente um super Casillas, convém lembrar.

      Eliminar
    2. Portanto, os maus foram os mesmos de sempre? Onde é que o Eliseu ou o André Almeida tiveram assim tanta responsabilidade?
      No Benfica há jogadores que são sempre perdoados por mais merda que façam e outros que calham sempre a ser os bodes espiatórios, enfim... Os craques só servem para ser mimados, quando se ganha é porque o Gaitan e o Jonas são um espectáculo, quando se perde é porque o Eliseu e o André estiveram mal?
      O Eliseu por exemplo foi para mim dos melhores em campo, a par do Renato que tentaram remar contra a maré... já o senhor Gaitan, nós a precisarmos ganhar e ele escondidinho...

      Eliminar
    3. Vai ver os golos e perceberás que influencia tiveram esses no resultado final. Já não falo no Lindelof que ainda é jovem e tem muito a aprender.
      O Renato para mim também foi o melhor em campo e também acho que o Gaitan não jogou nada de nada.

      Eliminar
  4. Primeiro: o spot promocional da BTV, só moralizou o adversário. Nunca mais aprendem. Mais do mesmo. Até podemos ser campeões, mas sem laterais ofensivos,um verdadeiro nº 10, Gaitan pouco inspirado, sobra o puto para tudo. Jonas nos jogos a doer não aparece. Casilhas tirou 3 bolas de golo. Acho que o Jiminez, daria mais luta aos centrais do Porto. Enfim perdemos em casa com os 2 adversários directos.

    ResponderEliminar
  5. Papoilas vai aquele sitio!! tas cada x pior!!! Basta o Benfica n ganhar fodadse

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está, voltamos ao mesmo... eu comento o momento e falo sem tabus pá, eu não faço parte daqueles blogs sem opinião que só criticam os que os outros escrevem e dizem, aqui sempre abordarei o presente do Benfica e jamais apontarei o dedo a quem escreve a sua opinião sobre os acontecimentos no momento... este post descreve como vi e senti o clássico contra o FC Porto, gostava era de conhecer como é que tu viste e sentiste o clássico, era um comentário muito mais construtivo que aquele que aqui deixaste.
      Conta lá como viste o clássico e deixa-te de merdas...
      Saudações.

      Eliminar
  6. Caro Papoila,

    Concordo com o 4º parágrafo.
    Não concordo com os três primeiros.
    O Benfica entrou bem, como se exigia a jogar em casa e com 6 pontos de avanço.
    Após o 1-0 podia ter gerido melhor as transições.
    Peseiro fez uma excelente abordagem porque ganhou. A defesa do porto meteu água por todo o lado. Na primeira parte o Benfica construiu oportunidades suficientes para o peseiro ir para o balneário com a toalha no chão.
    As dificuldades do Samaris são responsabilidade da entreajuda da equipa. Houve colegas que não defenderam como deviam.
    Finalmente, RV falou bem no fim do jogo. Deveria no entanto ter transmitido mais agressividade à equipa, principalmente na segunda parte. E ter assumido as responsabilidades.

    CARREGA BENFICA RUMO AO TRI...NTA E CINCO!

    ResponderEliminar
  7. Concordo no essencial com o que está escrito no post. Faltou meio campo ao Benfica e faltou eficácia. A falta de eficácia não é falta de sorte, é falta de técnica ou de visão de jogo. Na primeira oportunidade é inaceitável que Pizzi não tenha passado a bola a Mitroglou. Seria o 1-0 nos primeiros minutos. Depois o falhanço de Samaris é inaceitável, um remate tecnicamente mal executado. Os dois falhanços de Mitroglou são, apesar de tudo, mais desculpáveis. No segundo só podia ter chutado como chutou. No primeiro, a bola subiu e bateu-lhe na canela. Também não gostei de Gaitan. Não deu apoio ao meio-campo.Falhou, porque não teve força para se isolar e poder rematatr mais à vontade. Acho que no post faltou analisar o desempenho da defesa. Que é, com esta composição, o pior sector do Benfica. Júlio César, no primeiro golo do Porto, lançou-se tarde à bola, provavelmente porque não a viu partir. Mas é inadmissível que dos seis jogadores do Benfica que estavam à frente de Herrera nenhum tivesse feito a cobertura. Eliseu...é aquilo. O miúdo catalão, quando aparece? Jardel foi muito mal batido no segundo golo. Lindlof não comprometeu. André Almeia muitas vezes sozinho não tem o fulgor do Nelson Semedo. O Lisandro tem de jogar quando estiver OK. E depois se verá quem deve sair.
    Também concordo que as substituições de Rui Vitória foram um desastre. Também a de Salvio, que de modo algum deveria regressar num jogo destes. Inaceitável. Em conclusão, o jogo perdeu-se por ineficácia, mas também se perdeu no banco. Perdeu-se um jogo que poderia ter ficado resolvido na primeira meia hora!

    ResponderEliminar