Tradução (Translate)

quinta-feira, 30 de junho de 2016

RENATO... OUTRA VEZ!


Ao colinho do Renato... e nem assim o Fernando Santos tem coragem para o colocar a jogar no miolo do terreno... enfim, no meio ou nas alas ninguém pára este menino, é um fenómeno.

.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

A TVI NO SEU PIOR COM A CONIVÊNCIA DO BENFICA


Ontem partilhei neste espaço que a TVI ia dar uma reportagem sobre o hino do Benfica... deixo desde já as minhas desculpas aos benfiquistas por ter partilhado essa informação, quem viu foi induzido em erro com uma reportagem patética e muito pouco profissional... já o meu avozinho me dizia... quem não sabe é como quem não vê, a reportagem foi tão má que me senti envergonhado!

Foi tudo mau, mas obviamente o mais grave foram mesmos os erros com que fomos presenteados... os responsáveis do Benfica jamais deveriam permitir serem contadas mentiras aos benfiquistas como fossem verdades absolutas... enfim, não sou historiador mas sou um benfiquistas que conhece minimamente a história do clube, ao ver a reportagem fiquei boquiaberto... foi mau demais para ser verdade!
Tudo o que pode e deve ser dito sobre esta reportagem de puro mau jornalismo já foi esclarecido por o Sr. Alberto Miguéns e o resto são tretas... (CLICAR AQUI).

Deixo desde já aqui os meus agradecimentos ao Sr. Alberto Miguéns pelo trabalho incansável que tem tido ao longo dos anos... por vezes parece uma luta impossível de ser vencida, quando na verdade a história do Benfica está bem documentada, pena é haver tanta gente incompetente que a trata da forma que mais lhes convém... vá-se lá saber porquê!

terça-feira, 28 de junho de 2016

A NÃO PERDER HOJE NO JORNAL DAS 20H DA TVI


Não percam hoje na TVI a história do hino Avante, Avante p'lo Benfica...



"Avante, Avante p'lo Benfica"

Todos por um! eis a divisa,
Do velho Clube Campeão,
Que um nobre esforço imortaliza,
Em gloriosa tradição.

Olhando altivo o seu passado,
Pode ter fé no seu futuro.
Pois conservou imaculado
Um ideal sincero e puro.

REFRÃO (x2)
Avante, avante p'lo Benfica,
Que uma aura triunfante Glorifica!
E vós, ó rapazes, com fogo sagrado,
Honrai agora os ases
Que nos honraram o passado!

Olhemos fitos essa Águia altiva,
Essa Águia heráldica e suprema,
Padrão da raça ardente e viva,
Erguendo ao alto o nosso emblema!

Com sacrifício e devoção,
Com decisão serena e calma,
Dêmos-lhe o nosso coração!
Dêmos-lhe a fé, dêmos-lhe a alma!

REFRÃO (x2)
Avante, avante p'lo Benfica,
Que uma aura triunfante Glorifica!
E vós, ó rapazes, com fogo sagrado,
Honrai agora os ases
Que nos honraram o passado!

Letra: Félix Bermudes
Música: Alves Coelho
Interpretação do Orfeão Sport Lisboa e Benfica

Composto por ocasião do vigésimo quinto aniversário do Clube (1929) e censurado pelo Estado Novo fascista em 1942.

A 16 de Abril de 1953 foi apresentado num sarau de angariação de fundos para a construção do Estádio da Luz, no Pavilhão dos Desportos, com a presença de cerca de 6 mil benfiquistas o tema "Ser Benfiquista" escrito por Paulino Gomes Júnior (letra e música) e interpretado pelo cristalino tenor Luís Piçarra, muitas vezes tomado, erradamente, pelo hino oficial do Clube.

RUMO AO 36




domingo, 26 de junho de 2016

O MOMENTO QUE DEVASTOU A CROÁCIA


Primeiro deixem-me prestar o meu respeito ao futebol croata e a toda a sua nação em geral, demonstraram ser um povo sério, com jogadores de grande talento e com uma equipa que fez tudo para vencer a partida antes das grandes penalidades, faltou-lhes a experiência da selecção portuguesa que soube esperar até ao último suspiro pela oportunidade do contra-ataque que atirou com a Croácia para fora do Euro... deve ter doido... e muito!

Foi um contra-ataque perfeito... quando o croata perdeu a bola perante a pressão de Quaresma e Ronaldo, Renato estava sozinho no meio-campo, Ronaldo passou-lhe a bola e começou a sprintar, com isso Nani do outro lado acelerou e Quaresma não querendo ficar para trás seguiu-lhes as pisadas, Renato acelerou como só ele sabe fazer e só viria a desacelerar quando teve te tomar a decisão para quem iria passar a bola... o Bulo em corrida viu Ronaldo pela direita, viu Nani a correr pela esquerda e teve ainda tempo de ver Quaresma logo atrás, fez então um pequeníssimo compasso de espera e virou para a sua esquerda chamando até si três dos quatro croatas que tentavam parar o contra-ataque português, quando Renato deixou a bola em Nani, Ronaldo no outro lado levantou o braço e Quaresma entrou pelo meio, Nani deu um bico na diagonal e a bola chegou a Ronaldo que podia e devia ter passado no meio ao Quaresma, mas Ronaldo procurou ser o herói da partida e marcar o golo da vitória, no entanto o guardião croata defendeu e a bola sobrou para Quaresma que fez um golo fácil e explosivo... o mérito vai todo para o Renato que teve a ousadia de não tentar passar a bola ao Ronaldo no início da jogada, o resto é história e uma lição a todos que mesmo assim parecem continuar a querer negar as evidências, rapidamente o comentador RTP fez questão de tirar os méritos da jogada ao Renato, sendo incapaz de admitir que o Bulo foi o arquitecto do golo de Portugal, no entanto a UEFA não teve duvidas e fez de Renato Sanches o Homem do Jogo... venha a Polónia e de preferência com o Renato a titular.
. .

PARA O FERNANDO SANTOS VER, OUVIR E PENSAR...




sábado, 25 de junho de 2016

RENATO É UMA DÁDIVA DE DEUS


Com Renato Sanches em campo a música é outra, haja coragem para lhe dar a titularidade e o céu é o limite para a selecção portuguesa... homem do jogo com 19 anos nos oitavos-de-final do Campeonato da Europa... preparem-se porque os 80M€ vão vir todos para os cofres da Luz.
A Croácia é uma selecção de grandes jogadores e acima de tudo de grandes homens, hoje a sorte não lhes sorriu... fiquei com o Pjaca debaixo de olho, um miúdo com grande futuro.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

FRANCO CERVI - O CÉU É O LIMITE



SL BENFICA NA VANGUARDA DA CRIATIVIDADE

A agência responsável pela activação do patrocínio da Emirates no Estádio da Luz venceu o Leão de Ouro, um prémio que não vinha para Portugal há cinco anos. 

A ação Instruções de Segurança, criada pela agência O Escritório para ativar o patrocínio da Emirates ao SL Benfica, recebeu um Leão de Ouro no Cannes Lions International Festival of Creativity.

Esta conquista marca o regresso de Portugal aos Leões de Ouro, um prémio que nenhuma agência nacional recebia há cinco anos.

No trabalho agora premiado com o Ouro, a companhia aérea Emirates - patrocinador principal do SL Benfica -, levou a cabo uma ação de ativação no Estádio da Luz. 

A ação decorreu durante o dérbi e levou ao relvado, antes do arranque do jogo, um grupo de hospedeiras que, inspiradas nas tradicionais instruções de segurança a bordo, fizeram uma demonstração sobre a melhor forma de apoiar o Clube, incluindo instruções sobre como usar o cachecol para melhor exprimirem o seu Benfiquismo.

O Estádio da Luz recebeu a “visita” do Leão de Ouro. O prémio conquistado esta semana em França fez-se acompanhar de Tiago Canas Mendes e Nuno Jerónimo – ambos publicitários – e do diretor da marca Benfica, Jorge Castanheira.

A promoção da Emirates em pleno relvado do Estádio da Luz, no dérbi com o Sporting, valeu à agência O Escritório, um Leão de Ouro no Festival Internacional de Criatividade de Cannes.

Na ação “Instruções de Segurança”, um grupo de hospedeiras surgiu em pleno relvado e, inspiradas nas tradicionais instruções de segurança a bordo, fizeram uma demonstração sobre a melhor forma de apoiar o clube, incluindo, por exemplo, instruções sobre como usar o cachecol.

“Este prémio é o reconhecimento de um trabalho que temos vindo a fazer juntos e que resulta de uma visão conjunta e de uma coragem e vontade de arriscar do Benfica. É inovador nas ações que faz e este foi mais um dos desafios que o Benfica nos lançou. Tínhamos esperança de fazer boa figura [em Cannes]. Mas, mais importante do que o prémio, foi o impacto que a peça teve e a quantidade de pessoas que tocou”, explicou à BTV Nuno Jerónimo, sobre uma iniciativa que teve 27 milhões de visualizações na plataforma online.

O sucesso da campanha correu mundo e o Hamburgo – clube também patrocinado pela Emirates – fez uma ação semelhante. Também nos Estados Unidos e na Índia se pegou na ideia.

“Quando vimos ao vivo, percebemos logo que tínhamos bons ingredientes. E depois, na realidade, acho que fomos todos surpreendidos, agradavelmente surpreendidos”, confessou Tiago Canas Mendes.

Depois do sucesso das campanhas do “Colinho”, “Não Sejas Inácio” e “Período de Descontos à Benfica”, o Clube já pensa em novas ações. “As campanhas que fizermos agora têm de ter risco. A próxima campanha para comprar lugar, terá de ter algum picante. Agora é continuar com o bom trabalho. Em equipa que ganha não se mexe”, realçou Jorge Castanheira.

O prémio agora arrecadado marca o regresso de Portugal aos Leões de Ouro, um prémio que nenhuma agência nacional recebia há cinco anos.

O que é o Festival de Cannes?

Fundado há mais de 60 anos, o Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions é o campeonato do mundo da comunicação.

Durante uma semana, agências e anunciantes de todo o mundo encontram-se no Sul de França para premiar as ações de comunicação mais criativas e eficazes do ano.

Em 2016 foram inscritos mais de 40 mil trabalhos divididos por 24 categorias que são avaliados pelos profissionais mais respeitados da indústria.



E depois existe a concorrência que imita descaradamente a ideia original!
NÃO IMITEM... INOVEM!

quinta-feira, 23 de junho de 2016

quarta-feira, 22 de junho de 2016

POBRE MENTALIDADE


Fernando Santos mostrou porque é que não deixou saudades na Luz, não passa de um treinador cobarde e medíocre, uma vergonha a postura da selecção portuguesa nos últimos 15 minutos da partida... o primeiro lugar do grupo era mais do que obrigatório, foram três empates em três jogos de merda, o espelho de um fraco líder.

Por milagre Portugal caiu no lado bom dos jogos a eliminar mas agora irão defrontar a Croácia, uma excelente selecção que joga como uma verdadeira equipa... Fernando Santos lá ganhou coragem para tirar o Mortinho e colocar o Renato no meio-campo mas bastou o golo do empate de Ronaldo para voltar a defender o 3º lugar do grupo, nem queria acreditar no que estava a ver... enfim, nada que me surpreenda no Fernando Santos... mentalidade muito, muito fraca!

No fim ficou demonstrada a paneleirice que reina na selecção e na comunicação social portuguesa, enquanto a imprensa internacional vai colocando o dedo na ferida os jornaleiros tugas vão assobiando para o ar, por mim bem podem continuar assim, como já disse no passado, não consigo vibrar com esta selecção.

terça-feira, 21 de junho de 2016

JARDEL... E AGORA BENFICA?



A Traffic, que agora trabalha preferencialmente em Portugal com o Sporting, tinha este trunfo na manga em relação ao Jardel e a Lázio, clube que já contratou um defesa-central ao Sporting, está a tentar levar por tuta e meia o melhor central a jogar em Portugal, parece-me óbvio que tiveram informações privilegiadas para começarem com uma oferta tão baixa por um jogador titular do Benfica... a situação não é fácil, ou o Benfica paga 4M€ à Traffic por 50% do passe de um jogador com 30 anos que já não dará retorno financeiro ou vende o atleta e ainda vai buscar algum... só o Jardel pode desfazer esta treta de negócio dizendo que não quer sair do Benfica, ficando assim o clube em melhores condições para negociar com a Traffic, mas para isso acontecer o Benfica terá de lhe aumentar o salário... enfim, vamos ver qual será a decisão da SAD do Benfica... eu pagava os tais 4M€ pelo Jardel e aumentava-lhe o salário, o guerreiro da Luz merece isso e muito mais, já para não falar que com a saída de Gaitan, o Jardel passará a ser o sub-capitão e Luisão só tem mais um ano de contrato, portanto eu nem sequer hesitava, investia no futuro capitão do Benfica Jardel e acabava com esta novela da treta... não tenho duvidas que com Jardel o tetracampeonato ficará mais perto.

segunda-feira, 20 de junho de 2016

[OFICIAL] EUSÉBIO CUP: SL BENFICA vs TORINO


Já há data, hora, local e adversário confirmados para a Eusébio Cup 2016.

A 9.ª edição do Troféu que homenageia o Pantera Negra será disputado no dia 27 de julho (quarta-feira), às 19h45, no Estádio da Luz e o adversário será o Torino FC.

Os dois emblemas históricos tornam a cruzar-se dentro das quatro linhas, numa relação de há décadas, carregada de emoção e simbolismo.

Duas Histórias que se entreligam e cujos laços perduram ano após ano deste o fatídico 1949...

A 3 de maio, depois de ter assegurado o 5.º "Scudetto" consecutivo, a formação “Granata” jogou e perdeu frente ao SL Benfica, por 4-3, no Estádio do Jamor, no jogo de despedida do então capitão do Glorioso, Francisco Ferreira, grande amigo da então figura de proa da equipa italiana, Valentino Mazzola.

Quis o destino que este fosse o último jogo do Grande Torino...

No regresso a Itália, a 4 de maio, o avião que transportava a equipa despenhou-se, morrendo toda a tripulação, quando o aparelho embateu contra a Basílica de Superga, às portas da cidade de Turim.

Foi há 67 anos que aconteceu uma das maiores tragédias de sempre ao nível desportivo, uma data assinalada religiosamente pelos dois emblemas.

"Os heróis são imortais nos olhos de quem acredita neles. Assim, os jovens vão acreditar que o Torino não morreu: só está a jogar fora da sua casa."

Foram estas as palavras de Indro Montanelli, jornalista e historiador italiano, no dia 6 de maio de 1949, relatando assim um dos dias mais tristes da História de Itália. 

Tal como os heróis, há palavras, relações e gestos imortais!

Desde essa altura, têm sido constantes as homenagens, em Turim e em Lisboa, tanto da parte do SL Benfica como da parte do Torino FC.

É que o cumprimento de Mazzola e Francisco Ferreira continua presente mesmo 67 anos volvidos e no dia 27 de julho de 2016 esta História terá então um novo capítulo.

SONHANDO SLB


domingo, 19 de junho de 2016

REPENSAR A ESTRATÉGIA


A época desportiva terminou com a final da Taça de Portugal de Hóquei em Patins perdida para o FC Porto... dos bicampeões nacionais e campeões europeus de hóquei em patins pouco ou nada posso dizer, fizeram uma temporada de grande nível, mas perderam mal a Supertaça para o Sporting e voltaram a perder mal a Taça de Portugal para o FC Porto, a descompressão depois daquele domingo histórico era evidente e hoje - pelo menos para mim - era uma derrota anunciada... espero bem que a secção não adormeça à sombra da bananeira, é obrigatório um reforço de luxo para substituir o Marc Torra e manter o domínio do hóquei em Portugal e se possível na Europa, convém não esquecer que no início da próxima temporada o Benfica tem três competições para vencer, a Supertaça de Portugal, a Supertaça Europeia e a Taça Intercontinental, depois vai ter um ano muito competitivo graças aos grandes investimentos dos nossos rivais, defender o título de Campeão Nacional e Campeão Europeu não vai ser fácil... é necessário muita competência para não baixar a guarda e perder o que custou tanto a ganhar.

Agora vou-me repetir... o Benfica tem rapidamente de se adaptar a esta nova realidade desportiva em Portugal e tem de ter a noção que investir em todas as modalidades de pavilhão é espectacular para o clube e para os adeptos benfiquistas, mas o orçamento não dá para tudo e o Benfica acaba por ter uma grande desvantagem para os rivais directos que vão apostar mais forte em menos modalidades, daí eu defender que deveria de ser equacionada a passagem do futsal do clube para a SAD do SL Benfica, libertando o orçamento do clube para aumentar consideravelmente o investimento nas outras modalidades e fazer do futsal a segunda grande modalidade do Benfica depois do futebol... penso que o futsal justifica esse investimento da SAD pois a modalidade tem tido um grande crescimento mediático, os patrocinadores têm aumentado a olhos vistos e o futsal tem sido uma grande aposta da FPF e da UEFA... brevemente vou aprofundar este tema pois acho que o Benfica tem de repensar seriamente as modalidades para arranjar condições estratégicas e financeiras para poder acompanhar o forte investimento que o FC Porto (Basquetebol, Hóquei e Andebol) e o Sporting (Futsal, Hóquei, Andebol e Atletismo) vão fazer nas modalidades.

JOEL ROCHA MERECE TODO O MEU RESPEITO


Esta temporada o futsal do Benfica perdeu tudo para o Sporting... dá que pensar, os reforços saíram todos furados, Fábio Cecílio, Fernando Wilhelm e Mário Freitas foram uma desilusão, nenhum deles mostrou capacidades acima da média. Infelizmente esta temporada os departamentos de prospecção das modalidades estiveram muito mal, só no hóquei em patins os reforços foram bons... enfim, tive pena pelo Joel, o treinador do Benfica é de longe o melhor treinador nacional mas este ano não teve plantel para vencer, o Sporting reforçou-se muito e bem, a qualidade do Joel equilibrou esta final mas no fim ganhou a equipa mais forte... enfim, são necessários reforços a sério para o Benfica, se assim não for o Sporting volta a dominar o futsal nacional a seu belo prazer... e já agora, é necessário um sério aviso do Benfica à FPF, o que se passou esta temporada foi um escândalo, tanto no futebol como no futsal.

O Sporting está a apostar a sério em três modalidades - futsal, hóquei em patins e andebol - não sei se vão aguentar tal investimento ou não, mas para mim esse investimento é muito bom para o desporto nacional, a rivalidade chama adeptos aos pavilhões e dessa forma as modalidades crescem em dimensão e em investimento.
O Benfica tem rapidamente de se adaptar a esta nova realidade desportiva em Portugal e tem de ter a noção que investir em todas as modalidades de pavilhão é espectacular para os benfiquistas mas o orçamento não dá para tudo e acaba por ter uma grande desvantagem para os rivais, daí eu defender que deveria de ser equacionada a passagem do futsal do clube para a SAD do SL Benfica, libertando o orçamento do clube para investir forte nas outras modalidades e fazer do futsal a segunda grande modalidade do Benfica... penso que o futsal justifica esse investimento da SAD pois a modalidade tem tido um grande crescimento mediático, os patrocinadores têm aumentado a olhos vistos e o futsal tem sido uma grande aposta da FPF e da UEFA.

Na próxima temporada o Benfica vai aumentar o orçamento em 1M€ a dividir por todas as modalidades - futsal, hóquei em patins, basquetebol, andebol e voleibol - ora dividir por quatro não é a mesma coisa que dividir por cinco e o Benfica tem de continuar a dominar o panorama desportivo português e ainda falta o investimento no atletismo que praticamente não tem patrocinadores, portanto, fica a ideia... a SAD do Benfica ficava com o futebol e futsal e o clube ficava com as restantes modalidades, penso que no modo geral o Benfica só ficava a ganhar com esta ligeira alteração estratégica para continuar forte e dominante em todas as modalidades em Portugal.

O ENG.º ESTÁ CHEIO DE MEDO!


Já por aqui escrevi que não me identifico com a selecção portuguesa, não consigo ter simpatia por um conjunto de vaidosos irritantes, uns com a mania que são vedetas, outros submissos ás vedetas e todos liderados por um medroso e merdoso que transborda para o exterior o medo que tem de perder o balneário onde Ronaldo é o rei da macacada. Quando li a notícia que a família Ronaldo apareceu de surpresa na concentração da selecção e deixaram-nos entrar, fiquei com a certeza do circo que ali vai e que o Nandinho Santos tem tanto medo que permite tudo e mais alguma coisa!

Foi constrangedor ver Portugal empatado com a Áustria a 10 minutos do fim e o Eng.º a andar de um lado para o outro como uma barata tonta sem saber o que fazer... que comédia deprimente esta selecção, ainda gostava de saber como é que o Vieirinha é convocado para o Europeu e mais grave, como é que é titular na selecção portuguesa com jogadores como o André Almeida e João Cancelo disponíveis, o rapaz é tão fraquinho que dá pena só de ver!

O que dizer de Pepe que não pára de envergonhar Portugal... triste, muito triste, pode ser que esta seja a última grande competição que represente Portugal, uma vergonha.

O meio-campo liderado por uma vedeta de lugar cativo é deprimente, sempre que a bola chega ao Moutinho o jogo de Portugal pára, só quem não jogou futebol é que não percebe o que Moutinho anda a fazer, ele neste momento não tem capacidade para mais e então engana os adeptos, não arrisca uma jogada e assim sendo não falha um passe, joga para as estatísticas sempre altas e perfeitas, continua a jogar sempre para o lado e para trás, não tem intensidade, não tem físico, e não pode mais, desde que acabou a amarelinha do dragão o Moutinho está mortinho para o futebol, mas na selecção tem lugar cativo, faz-me lembrar o Raul Meireles no mundial do Brasil... enfim, depois ainda temos de ouvir os comentadores da RTP a dizer que a UEFA considerou o Moutinho o homem do jogo... mais uma falácia, foram os adeptos através de votação que consideraram o Moutinho o melhor em campo o que nem é surpreendente, com os jornaleiros da RTP a comentarem até o Ronaldo parece que fez mais uma grande exibição... depois ficam muitos surpreendidos quando vão perguntar aos miúdos se querem ser como o Ronaldo e eles respondem que não, querem é ser como o Renato Sanches... ora bolas, mudam-se os tempos mudam-se as vontades, mas ou muito me engano ou as coisas só vão mudar definitivamente no seio da selecção portuguesa quando a lei do tempo tratar de afastar os vaidosos da selecção com mentalidade made in Alcochete, até lá resta-nos rir para não chorar!

Os três estarolas da frente, Nani, Quaresma e Ronaldo são o grande problema de Portugal, os egos são tão grandes que nem sequer se dão ao trabalho de pressionar as defesas contrárias, com uma defesa como a austríaca que tremia por todos os lados as vedetas queriam era a bolinha no pé para fazerem os malabarismo habituais, os sorrisinhos para as câmaras já fazem parte de quem trabalha no circo... mau demais para ser verdade!

Para terminar, as substituições do Eng.º foram feitas por obrigação e com muita pouca inteligência, olhando para as torres austríacas nada como tirar André Gomes e manter em campo o baixinho Moutinho e mandar lá para dentro a 3 minutos do fim o jogador mais baixo da selecção para o futebol directo que se impunha naquela altura... grande Rafa, quase que entrava com a bola pela baliza dentro mas depois olhou para o lado e estava o rei da macacada de braços abertos a pedir a bola e lá lhe tentou oferecer o golo para o maior não amuar, o respeitinho é mesmo assim, enquanto o Ronaldo não marcar não vai haver sossego e a selecção bem pode ser eliminada a tentar jogar para o actor de cinema, nada mais importa que satisfazer o maior do mundo e arredores... foi mais um jogo do tiki-taka à portuguesa, jogo que dá sono e deprime quem se consegue manter acordado e é bom recordar que só não passam dois terceiros lugares de todos os grupos, parece impossível ser eliminado na fase de grupos mas com o Nandinho na liderança nunca se sabe...

sábado, 18 de junho de 2016

(VÍDEO) KALAICA NO BENFICA ATÉ 2022


Branimir Kalaica, defesa-central croata de 18 anos, 1,97m de altura, ex-Dínamo Zagreb, chega a custo zero e fica vinculado ao Benfica até 2022 com uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.
 

E já agora, olhem para o tamanho das mãos do miúdo...


QUEM VIU, VIU... QUEM NÃO VIU, PODE VER!


REABRIU A ANTIGA SECRETARIA NA RUA JARDIM REGEDOR

A Direção de Património Cultural do Sport Lisboa e Benfica e a Fundação Benfica apresentam quatro exposições inéditas no coração da cidade. Da poesia imóvel do fotograma de Roland Oliveira aos lugares da memória onde o Benfica glorificou o seu nome. Da urgência solidária da Fundação Benfica à viagem por um edifício com quase dois séculos de história.
Para que a memória nunca se apague, reviva os grandes momentos do Benfica na mítica secretaria da Rua do Jardim do Regedor!


O local onde se ergue o edifício da antiga secretaria do Sport Lisboa e Benfica, hoje património da Fundação Benfica, é um sítio com uma história que recua até ao século I. Quando Lisboa era ainda Olisipo, por ali passava uma importante via romana de saída da cidade. Mais tarde, esse era o local da Porta de Santo Antão da medieval Cerca Fernandina e do Palácio da Inquisição, com o seu jardim, estruturas que viriam a dar nome à Rua das Portas de Santo Antão e à Rua do Jardim do Regedor.
O edifício, que faz parte do plano de reconstrução da cidade após o terramoto de 1755, é construído em meados do séc. XIX para habitação. Transformou-se num dos clubes noturnos mais representativos da noite lisboeta, o Bristol Club (1918-1928), e, a partir de 1933, é ocupado pelo Sport Lisboa e Benfica.
No espaço da receção, uma cronologia leva o visitante a percorrer vinte séculos de um sítio com história.
Curadoria: Gabinete de Estudos Olisiponenses


De um tempo em que a fotografia era a imagem dos acontecimentos, os “flagrantes” e “bonecos” de Roland Oliveira retratam parte da vida desportiva e social do Sport Lisboa e Benfica entre 1955 e 1962. Repórter fotográfico desde o final da década de 40, colaborou com inúmeras publicações desportivas, entre as quais a Stadium, o Record e o jornal do “seu” Benfica.
Preservar e mostrar o acervo fotográfico de Roland Oliveira, hoje pertença do Sport Lisboa e Benfica, permite-nos rever pessoas, acontecimentos e lugares do Clube num tempo ímpar de afirmação e crescimento, onde ao profissionalismo do futebol e ao ecletismo das modalidades amadoras se juntava uma intensa vida associativa.
Como uma arqueologia visual, permitem-nos revisitar sítios, pessoas, modos de estar e afetos, fintando inúmeras vezes a realidade, e (re)constroem fragmentos importantes na nossa memória coletiva.
Curadoria: Paulo Catrica


Exposição evocativa da trajetória das exposições do acervo do Clube, em espaços próprios, ao longo do tempo. Inicia com a primeira exibição pública de troféus de que há registo, em 1910, e termina com o Museu Benfica - Cosme Damião, inaugurado em 2013. No percurso expositivo, há um enfoque especial na reinstalação da Sala das Taças de 1970, situada no mesmo local onde a exposição decorre.
Pretende-se, também, confrontar o visitante com a diferença entre a prática museológica do passado e a do presente. Nomeadamente, entre o modelo tradicional que imperava nas salas de troféus – centrado na exibição da quantidade – e a visão contemporânea do Museu Benfica - Cosme Damião – focado na comunicação da memória.
Homenageia, ainda, Álvaro Curado e Joaquim Macarrão, dois cuidadores históricos do acervo do Clube.
Curadoria: Luís Lapão, Ana Saraiva Rosa, Mafalda Esturrenho


No espaço da Fundação Benfica o visitante poderá conhecer os vários projetos que a Fundação tem vindo a desenvolver, desde a sua criação em 2009, no âmbito da Responsabilidade Social. A intervenção é realizada prioritariamente junto de crianças e jovens, mas também são contemplados projetos e ações com famílias, idosos, cidadãos portadores de deficiência, pessoas em situações de diminuição de meios de subsistência ou de capacidade para o trabalho, entre outros públicos.
A Fundação assume claramente a sua responsabilidade de aportar ao setor da solidariedade a capacidade aglutinadora e transformadora do desporto e muito particularmente o potencial inovador do Sport Lisboa e Benfica em termos de intervenção e desenvolvimento social. É pois, neste contexto, que se realiza um trabalho diário e agregador de múltiplas vontades e parcerias em prol do desenvolvimento humano, promovendo a construção de um futuro para todos.
Curadoria: Jorge Miranda

(Carregar nas imagens para ampliar)