Tradução (Translate)

domingo, 19 de junho de 2016

REPENSAR A ESTRATÉGIA


A época desportiva terminou com a final da Taça de Portugal de Hóquei em Patins perdida para o FC Porto... dos bicampeões nacionais e campeões europeus de hóquei em patins pouco ou nada posso dizer, fizeram uma temporada de grande nível, mas perderam mal a Supertaça para o Sporting e voltaram a perder mal a Taça de Portugal para o FC Porto, a descompressão depois daquele domingo histórico era evidente e hoje - pelo menos para mim - era uma derrota anunciada... espero bem que a secção não adormeça à sombra da bananeira, é obrigatório um reforço de luxo para substituir o Marc Torra e manter o domínio do hóquei em Portugal e se possível na Europa, convém não esquecer que no início da próxima temporada o Benfica tem três competições para vencer, a Supertaça de Portugal, a Supertaça Europeia e a Taça Intercontinental, depois vai ter um ano muito competitivo graças aos grandes investimentos dos nossos rivais, defender o título de Campeão Nacional e Campeão Europeu não vai ser fácil... é necessário muita competência para não baixar a guarda e perder o que custou tanto a ganhar.

Agora vou-me repetir... o Benfica tem rapidamente de se adaptar a esta nova realidade desportiva em Portugal e tem de ter a noção que investir em todas as modalidades de pavilhão é espectacular para o clube e para os adeptos benfiquistas, mas o orçamento não dá para tudo e o Benfica acaba por ter uma grande desvantagem para os rivais directos que vão apostar mais forte em menos modalidades, daí eu defender que deveria de ser equacionada a passagem do futsal do clube para a SAD do SL Benfica, libertando o orçamento do clube para aumentar consideravelmente o investimento nas outras modalidades e fazer do futsal a segunda grande modalidade do Benfica depois do futebol... penso que o futsal justifica esse investimento da SAD pois a modalidade tem tido um grande crescimento mediático, os patrocinadores têm aumentado a olhos vistos e o futsal tem sido uma grande aposta da FPF e da UEFA... brevemente vou aprofundar este tema pois acho que o Benfica tem de repensar seriamente as modalidades para arranjar condições estratégicas e financeiras para poder acompanhar o forte investimento que o FC Porto (Basquetebol, Hóquei e Andebol) e o Sporting (Futsal, Hóquei, Andebol e Atletismo) vão fazer nas modalidades.

15 comentários:

  1. Grande Papoila, caros Gloriosos companheiros,
    já o disse aqui, neste espaço de referência de debate Benfiquista, que a estratégia vai ter de passar primeiro por definir aquilo que queremos - o ecletismo em todo o seu esplendor como hoje o temos, ou uma aposta seletiva.
    Nas 6 modalidades maiores disputámos o título em todas. Em TODAS. Prova maior do nosso bem sucedido ecletismo. Somos competitivos em TUDO. No entanto, ganhámos 2 perdemos 4.
    E é isto que devemos debater: sermos ecléticos e competivos ou seletivos e dominadores?
    (cont.)
    Chama Imensa
    Prova de que o nosso

    ResponderEliminar
  2. (continuação)
    A decisão não é fácil.
    Os fortes investimentos dos rivais era previsível, tendo como referência a fabulosa época anterior que fizemos.
    Se a repetíssemos seria um desastre para eles - desportiva e financeiramente.
    Se já tiversm dificuldades em arranjar patrocinadores, seria uma catástrofe um Benfica hegemónico em todas as modalidades.
    O fcp tem o maior orçamento no andebol e fortíssimo investimento no hóquei e no basquetebol.
    O carriche tem um orçamento louco no futsal e fortíssimo no andebol e hóquei.
    E vão investir ainda mais.
    Não é fácil ganharmos como o ano passado.
    Chama Imensa

    ResponderEliminar
  3. viamente que ficava satisfeito se fôssemos campeões nacionais na modalidade de Berlinde. Também sou apologista de 3 modalidades de topo: Hóquei, Futsal e Basket. Desinvestimos e compramos refugo, dá o que deu. No futsal, o Sporting tem melhor conjunto, com mais garra, ou seja um aequipa mais equilibrada. No slb é só brincas na areia, tipo, Henmi, Bruno Coelho e Brandi. Com o ordenado destes 3, não dava a para ir buscar o Ricardinho, jogador de craveira internacional.
    No basket, fomos buscar um NBA triplista e não existiam jogadas de bloqueio. O COOK chegou a marcar 20-30 pontos e mesmo assim perdemos jogos.
    Ter jogadores medianos é uma coisa, construir uma equipa com garra, é outra.

    ResponderEliminar
  4. Històricamente, o Basquete e o Hoquei são as principais modalidades do Benfica.
    Concordo com o post, excepto em desvalorizar estas 2 modalidades.
    Abraço e
    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  5. Dizer que o futsal tem sido uma grande aposta da UEFA revela um desconhecimento absoluto sobre a realidade desse desporto. O que se passa é o exacto oposto do que afirmou.

    Cumprimentos, e viva o Benfica.

    ResponderEliminar
  6. Um último apontamento: Temos que contar com a vergonhosa disponibilidade financeira do carriche, fruto de um banca submissa e com o dinheiro de todos nós contribuintes.
    Um escândalo digno de uma república das bananas e de bananas. 130 milhões em vmocs, juros ridículos, enquanto nós pagamos 25 milhões ano, para não falar no branqueamento e no capital angolano via ricciardinho das tias da calçada de carriche.
    O contumil está a negociar o mesmo. Vmocs para empurrar dívida com a barriga e renegociação da dívida.
    É neste contexto que vamos ter que definir um ecletismo competitivo ou um ecletismo mais seletivo e conquistador - 3 modalidades de topo: Basquetebol, por todo o historial que tem no clube; Futsal pelo mediatismo e porque podemos conquistar títulos europeus; e o hóquei, pela súmula das duas anteriores.
    Abraços gloriosos,
    Chama Imensa

    ResponderEliminar
  7. 12 títulos é o que conto... e mais uma data de segundos lugares... estivemos nas decisões. Mais do que repensar a estratégia é encontrar os pontos fracos da estratégia actual. Esta não está a falhar pois estamos em tudo o que é decisões e apenas precisa de uma afinação. Quem nos trouxe até aqui e algumas épocas fantásticas a nível das modalidades deverá conseguir, se continuar a trabalhar com afinco, ajudar o Benfica a dar mais um passo em frente!

    Só deixar a opinião de que o Benfica devia investir no futsal e no hoquei para estarmos sempre na decisão dos principais títulos europeus em modalidades!

    Carrega Benfica!

    ResponderEliminar
  8. Por modalidade:
    ANDEBOL - época bem positiva, tendo em conta as poucas expetativas iniciais, a muita concorrência e o forte investimento. 1 título, que andava arredio da secção. Brilhante vitória sobre o hegemónico contumil. Final do campeonato e da Challenge. Fica a frustração de não termos ganho pelo menos um dos títulos ao ABC. Os antis uniram-se para impedir a vitória do Benfica. Castigos, deliberações federativas e arbitragens também condicinaram.
    Modalidade com forte investimento dos dragartos.
    VOlEIBOL - frustrante. É verdade que o bastardo investe forte, mas a concorrência é fraca. Saiu muita gente de qualidade e os reforços foram mal escolhidos.
    BASQUETEBOL - a mesma história do voleibol na construção do plantel e uma certa falta de eficácia técnica (jogo interior fraco, pouco poder nos ressaltos e abuso e mau aproveitamento do jogo exterior).
    Modalidade que necessita de maior e mais criterioso investimento. Modalidade prioritária por todo o histórico e glória alcançada.
    FUTSAL - modalidade com grande mediatismo (ou não se jogasse com os pés), com história de conquista e fortes hipóteses de títulos europeus. É preciso muito investimento, criterioso, para fazer face ao carriche. O nosso plantel não é por aí além. Precisa de reforçar-se bem.
    HÓQUEI - modalidade topo no clube. Títulos nacionais e internacionais.
    Como se vou hoje precisamos de ser MUITO melhores que a concorrência e do que a federação.
    Abraço Glorioso.
    Chama Imensa

    ResponderEliminar
  9. Mas então as modalidades não são excelentemente geridas pelo Presidente?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz-se que ele só define o orçamento de cada uma. Mas nesta época como o que está em causa é um forte investimento dos rivais acaba por ser impossivel acompanhar esse investimento.

      Eliminar
  10. Concordo que se deve investir mais no Futsal e no Hoquei pois temos maiores possibilidades de ser campeões europeus! Se o futsal passar para a Sad do futebol como o Papoila defende fica mais fácil esse investimentos!
    No Voleibol e no Andebol podemos aspirar a ganhar a 3 competição europeia a Challenge! Já no Basket o nosso nível europeu é o do mais baixo, ir ás competições europeias só se for pela experiência e para atrair melhores jogadores!

    Quanto a esta época:

    Hoquei - Entramos mal na época e saímos mal também!

    Tal como no ano passado perdemos a supertaça, e tal como o ano passado depois de estarmos em vantagem! E contra duas equipas inferiores, Valongo e Sporting! Exige-se mais concentração, forma 2 troféus em 2 épocas mal perdidos! Fomos muito superiores nesse dois jogos!

    Pena a descompressão da equipa depois dos títulos conquistados, mesmo assim se não fosse a arbitragem poderíamos ter conquistado a Taça de Portugal!

    Concordo deve ser contratado um excelente jogador para substituir a saída do Marc Torra!


    Futsal - Faltou mais qualidade individual

    Os lagartos reforçaram-se muito bem, e aliado a castigos, lesões e falta de um fixo de grande qualidade (Fernando não foi o reforço esperado e Gonçalo Alves já não é o mesmo! Algum azar (muitas lesões), castigos (feitos para servir os lagartos) não deixaram a equipa se apresentar na máxima força, viu-se o melhor Benfica muito pontualmente! Época abaixo das expectativas!

    Quanto ás contratações, já disse no post anterior, mas volto a repetir, um guarda-redes ao nível de Juanjo (vai para o Barcelona), um excelente Fixo e um Ala (artista) capaz de decidir jogos! Como fez Alex Merlin! Ricardinho parece-me nesta fase inacessível!


    Andebol - Agradável Surpresa

    Seriam poucos (os que seguem a modalidade) que esperariam a época que esta equipa fez! Pena não se ter ganho a Challenge ou o campeonato! Os meus parabéns à secçção e ao treinador Mariano Ottega.

    Não entendi a saída de Borragan(se for pelo motivos económicos entendo)
    Acho que deviam contratar mais um central ao nível do Tiago Pereira! O Miguel Martins dos corruptos era o ideal, mas duvido que seja possível!
    Não vai ser fácil para o ano, corruptos e lagartos a investirem muito!

    ResponderEliminar
  11. continuação...

    Voleibol - A triste sina de perder no fim

    Maus reforços ditaram a perda do campeonato! Paulo Renan é mesmo "pé frio" ou melhor falhar nos momentos decisivos! Há sua conta já foram 3 campeonatos (na sua anterior passagem pelo clube, 3 épocas entre 2007 e 2010). Ivan Kolev já na Fonte do bastardo era mau jogador, não se percebendo a sua contratação! Ou outros 2 reforços Justin Duff e Danilo Gelinski não fizeram esquecer Marc Honoré e Raphael Margarido que felizmente está de regresso ao Glorioso! Quem também está de regresso é João Magalhães!
    Tiago Violas parece-me um bom reforço! A minha dúvida é contratação do zona 4 brasileiro Raphael Oliveira é uma incógnita para mim. Preferia o russo que esteva na fonte do bastardo este ano, ao menos sei que esse é bom, foi decisivo no campeonato!


    Basquetebol - Quando há concorrência fica mais difícil

    O grande problema desta equipa é ter um treinador mediano! Se no capitulo defensivo ainda é capaz de por a equipa a jogar a um nível aceitável, no capitulo ofensivo é muito fraco! A equipa abusou do jogo exterior, não se vê alternância com o jogo interior, não há combinações poste alto - poste baixo, não há pick and rool...enfim é bastante confrangedor o ataque que se resumiu basicamente sair do bloqueio e lançar de 3 pontos, raramente se via penetrações, quer dos bases ou dos extremos!
    Este ano ainda se notou mais pois Goran Nogic já não está lá para dar um mãozinha!

    A juntar a isto, Dequan Cook não tem a classe de Jobey Thomas! Jeremiah Wilson parecia melhor do que realmente era! Lancovic pouco contou, Ivica Radic mal aproveitado e ainda se dispensou Claudio Fonseca antes dos play-offs!

    Para a próxima época seria necessário um novo treinador, preferia um estrangeiro, da ex-Jugoslávia ou da ex-URSS...mas não podendo ser, Mário Palma seria uma boa opção, tal como o técnico da época 2014/2015 do Barcelos!

    Troy Devries seria um óptimo reforço! Raven Barber não me convenceu totalmente nos jogos contra o Glorioso, mas é esperar para ver, pois um bom técnico sabe tirar o melhor proveito dos jogadores!

    ResponderEliminar
  12. Mas então nós é que fazemos os melhores negócios nos direitos televisivos, patrocínios, etc. e os rivais é que investem mais que nós?

    ResponderEliminar
  13. Nós temos um comportamento fleumático.
    Raramente nos queixamos, mais raramente apontamos o dedo aos árbitros, optamos pelo silêncio aos mais diversificados ataques - e este o ranho verde foi ainda mais asqueroso que o azulado de outros tempos. Enfim somos uns gentlemen.
    Só que meus caros os tempos não estão para puros cavalheiros.
    Não quero que sejamos iguais aos outros sabujos, mas também não quero que sejamos comidos de cebola.
    Neste clima em que se vive, temos que por vezes fazer ouvir a nossa voz, falar com voz grossa e não termos receio de confrontar os outros.
    Julgo mesmo que os rivais já se aperceberam disso e estão sempre a roncar, então o Carriche - roncou há 2 anos no futebol, este ano igual, no futsal e no hóquei no ano passado, na taça de andebol este ano. Quando perdem com o Glorioso roncam sempre, tiram sempre o mérito.
    Este ano no futsal fomos gamados de cebolada - castigo ridículo ao bruno coelho no decisivo jogo 3, golo da vitória precedido de falta na vitória do título, para não falar na forma vergonhosa como ganharam ao braga ou aos gravíssimos incidentes da época passada que passaram sem qualquer puniçãofederativa. No andebol gamados (arbitragem e castigos ridículos a jogadores) no hóquei na taça foi o que se viu.
    Quando perdem connosco todos roncam, o carriche ronca e chia.
    Nós...
    Acabo dizendo que não quero que sejamos iguais aos outros, mas também julgo que devemos ser mais firmes e assertivos.
    É que este país está feito para os mamões que choram e para quem reclama com força e com voz grossa.
    Abraço.
    Chama Imensa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixemo-los ladrar que eles acabarão por se fartar.

      Eliminar