Tradução (Translate)

domingo, 9 de julho de 2017

O BENFICA PODE E DEVE PEDIR OFICIALMENTE A DEMISSÃO DE PEDRO PROENÇA


Penso que chegou a hora do Benfica pedir oficialmente a demissão de Pedro Proença e de toda a direcção da Liga de Clubes.

É inadmissível que depois de tantas afirmações graves a Liga de Clubes presidida por Pedro Proença tenha mantido o silêncio absoluto depois do presidente do Sporting ter acusado num programa televisivo o Benfica de ter corrompido árbitros com vouchers, depois da claque oficial do FC Porto ter coagido árbitros em pleno Centro de Estágios em Gaia, depois dessa mesma claque ter visitado e pintado um estabelecimento comercial de um pai de um árbitro e o ameaçado de morte, depois do director desportivo do FC Porto ter ameaçado um 4º árbitro em pleno relvado, depois de terem apelidado a Liga portuguesas de Liga Salazar, depois de terem roubado correspondência privada do Tetracampeão nacional e manipulado e falsificado essa mesma correspondência para culpar o Benfica de corrupção.

Do silêncio a uma reacção mais rápida que a própria sombra, foi isto que a inenarrável Liga de Clubes presidida por Pedro Proença fez num comunicado com 9 pontos a criticar uma pequena notícia não oficial que diz que o Benfica considera graves as declarações de uma senhora que tem um alto cargo na Liga em que gozou publicamente com o Benfica numa rede social em 2012... isto é simplesmente insustentável, o Benfica pode e deve encarar o Pedro Proença de frente e deixar bem claro que este já não tem condições para continuar a presidir a Liga de Clubes, chega de hipocrisia... Pedro Proença tem de se demitir ou ser demitido, ponto final.

6 comentários:

  1. Concordo com a demissão do ex-árbitro que deu a ganhar o último campeonato ao porto com um golo irregular entre muitas outras coisas, como numa escuta se ouvir que era um dos árbitros escolhidos pelo pinto da costa para prejudicar o Benfica.
    O caso dos emails foi para parar a renovação na arbitragem e trazer as décadas da vergonha novamente ao futebol e às modalidades (como o roubo do titulo de hóquei).
    A única diferença é ser o bruno lagartixa cuspidor a ocupar o cargo que pertenceu ao pinto da costa, dono do futebol.
    A pergunta que se põe é qual vai ser a atitude do Benfica, se vai ficar de braços cruzados, e serem-lhe roubados títulos à descarada, como esta "carneiro", quando fez este comentário em que eu já não me lembrava, e só recordei pelo comentário do Jorge Coroado.
    Na minha opinião o futebol tem que ter a intervenção do Estado, para se voltar a ter um desporto sadio e não o constante chafurdar na lama que dirigentes como o bruno lagartixa cuspidor faz questão de fazer.
    Os benfiquistas como eleitores que são devem tomar uma atitude e mostrar o seu desagrado com esta situação.
    Uma ideia que preponho é a de uma petição pública, que pode inclusive ser criado neste espaço e ter a colaboração de outras entidades como o próprio clube e das casas do Benfica para levar esta informação a todo o pais e aos do estrangeiro.

    Renato G. D.

    ResponderEliminar
  2. O problema é que esta gente não tem vergonha na cara

    ResponderEliminar
  3. Persona non grata este senhor. Uma vergonha, a sua incompetente presidência, claramente tendenciosa e inclinada para o lado dos que chafurdam contra o Sport Lisboa e Benfica, os amigalhaços do clube das quengas e do clube dos depósitos na conta de árbitros. E a verdade desportiva, onde é que fica, senhor Pedro?

    ResponderEliminar
  4. Não defendeu João Pinheiro e depois tem o desplante de vir defender uma tipa que disse o que disse nas redes sociais.

    ResponderEliminar
  5. As reacções da liga ou do Proença ao que o Benfica faz ou não, já começam a ser normais. As não reacções ao que o Porto e Sporting fazem, também já se podem considerar normais. Afinal não foi o Bruno de Carvalho que diz ter sido ele o responsável pela entrada do Proença na liga? Ele está lá para alguma coisa! O João Pinheiro foi obrigado a apresentar a sua demissão por uma foto como adepto do Benfica e por alguns comentários, na altura não me lembro de ver o Proença ou alguém da liga defender o João Pinheiro. Tem alguma piada agora ver que pelo mesmo motivo os defensores saíram todos ao caminho. A diferença entre um caso e outro é o clube do qual são adeptos, o João Pinheiro teve o "azar" de ser benfiquista, bastava ele ser do Porto ou Sporting para ter ficado tudo bem. Eles já não têm vergonha, fazem o que querem e lhes apetece, a campanha anti-Benfica que tem participação de grande parte da comunicação social está aos olhos de todos, só não vê quem não quer. O Benfica até pode pedir a demissão do Proença mas nesta altura isso só vai servir como mais uma "arma" para atacar o Benfica.

    ResponderEliminar
  6. O Pedro Proença é incapaz de intervir seja o que for pela paz do futebol português, muito menos se para isso tiver de remar contra aqueles que tentam denegrir o Benfica a todo o custo. Obviamente não tem competência para o cargo.

    ResponderEliminar